Mas o que é molotov?

junho 19, 2006

molotov.jpg

Uma garrafa com gasolina, um pano vedando o gargalo, fogo e a vontade de insubordinar-se. Eis os ingredientes para o coquetel molotov.

Os primeiros registros do famoso coquetel explosivo vem da guerra civil espanhola quando ainda não levava o nome de molotov. Somente nas batalhas da guerra de inverno, entre Finlandia e URSS é que a bomba recebeu pelos finlandeses o nome de molotov, como ironia ao político russo Vyacheslav Mikhailovich Molotov.

A bomba tornou-se arma recorrente em revoltas urbanas pelo mundo inteiro desde então e um símbolo de rebeldia. Tanto é assim que o coquetel dá nome desde a bandas de rock a grupos de hip-hop.

Quanto ao nosso blog, a intenção é torná-lo um coquetel de informações indo da conjuntura à cultura e contra-cultura. E que seja explosivo e instrumento de rebeldia e insubordinação.

No YouTube:

  • "gimme tha power" da banda de hip-hop mexicano molotov
  • "Pour Eux" da banda parisiense de Oi, Kronar-Crew, com cenas de confronto aonde o coquetel molotov se faz presente.

Apenas começamos…

junho 18, 2006

Salve a todos.

Ocupar, resistir e produzir. Esse é o desafio do coquetel molotov. O alvo: a blogosfera. A munição: a subversão. O objetivo: tornar-se um coquetel incediário de informações explosivas, um ponto de apoio aos militantes dos movimentos sociais, uma referência aos revolucionários.

Até onde vamos? Descobriremos. Apenas começamos…